Posts

Depois de plantada a semente, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto um lento desabrochar de um diminuto broto a partir do bulbo.

Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu. Uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída. Então, no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.

Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava…

Não devemos desistir facilmente de nossos projetos, de nossos sonhos…

Em nosso trabalho, especialmente em projetos que envolvem mudanças de comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização, devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos diante das dificuldades que surgirão.
Cultive sempre dois bons hábitos em sua vida: persistência e paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos.

O bambu nos oferece diversas lições.
È preciso ter coragem e vontade firme para que, durante um tempo de amadurecimento, possamos espalhar nossas raízes e construir um alicerce forte que sustente nosso crescimento pois é preciso abrir mão de resultados imediatos para construir um futuro mais forte e sustentável;
É preciso acreditar que esse tempo vai nos trazer um retorno mais favorável, mais seguro e duradouro. Por isso torna-se necessário ter a confiança nas suas capacidades, acreditar em si mesmo, buscar valores que te sustentem nessa caminhada na direção da realização e do sucesso. É preciso ter fé!
E por último e não menos importante, aprender a aceitar que não controlamos tudo e que ser resiliente é sinal de amadurecimento emocional que nos permitirá sobreviver às intempéries da jornada. Aprender nas dificuldades não é pra todo mundo, só para os mais corajosos e conscientes de si mesmos e do processo. E nesse momento o bambu nos oferece uma lição ímpar: a flexibilidade para se dobrar até o chão nas ventanias e tempestades da vida e se levantar firme para a sua vitória na retomada do crescimento.

E tudo isso necessita de uma coisa: paciência!

“É preciso muita flexibilidade para se curvar ao chão e muita fibra para se chegar às alturas.”

Os que decidem mudar são corajosos e têm vontade firme;
Os que têm fé em seu potencial são confiantes.
Os que resistem às maiores dificuldades e aprendem com elas são resilientes e flexíveis.

CURTA, COMPARTILHA, COMENTA…
Curta nossa página institutodna no face, siga-nos no Instagram @institutodna e no youtube: instituto dna rj