Diferente do que pensávamos, talvez um dos maiores avanços do século XXI não tenha sido a globalização da comunicação ou a tecnologia integrada, mas sim o reconhecimento dos colaboradores como o recurso mais valioso de uma empresa.

Por isso, ao passo que a tecnologia continua a se desenvolver, mais percebemos o valor do capital humano e a necessidade de implementá-la no nosso dia a dia profissional.

A questão mais importante é “como podemos usar a tecnologia a favor das pessoas?”

Uma das maneiras é o People Analytics. Uma das maiores tendências em gestão de alta performance da atualidade.

People Analytics é o “processo de coleta, organização e análise de dados sobre o comportamento dos colaboradores, com o intuito de contribuir para a tomada de decisão estratégica.”

Através dele é possível mensurar comportamentos e desempenhos, entender o que motiva e gerar mais produtividade e felicidade no ambiente de trabalho.

A implementação dessa nova forma de olhar antigas questões através de análise, ajuda a diminuir custo, baixo engajamento e, principalmente, a dificuldade de reter talentos.

Ben Waber, CEO da Humanyze,  diz que quando “ usamos dados para entender os comportamentos dentro do ambiente de trabalho que tornam as pessoas eficientes, felizes, criativas, especialistas, líderes, seguidores, enfim, estamos usando People Analytics.” 

A Análise DISC Profiler é uma das ferramentas mais usadas para análise de perfil e é de grande ajuda, não somente para profissionais de Recursos Humanos, como para qualquer pessoa que tenha que lidar com gestão de pessoas.

Criada por William Moulto Marston, na década de 20, esse modelo é um ótimo exemplo de como a tecnologia aliada à necessidade humana pode gerar resultados surpreendentes.

A palavra Profiler se refere à um software de alta tecnologia com capacidade de mapear os perfis comportamentais e tem por objetivo identificar as forças e talentos dos colaboradores.

Só no processo seletivo há grande economia de tempo e dinheiro. E isso tudo, sem falar nos dados valiosos que serão usados em futuras estratégias.

Grande avanço, não acha?

Analisar as métricas de recursos humanos de uma empresa e tomar decisões com base em dados é um processo que, há 15 anos atrás, custaria muito caro.

Hoje, com a democratização da tecnologia isso se tornou algo que está ao alcance da maioria das empresas e empreendedores.

Claro, é necessário Investir em profissionais qualificados tanto em análise de dados,  quanto em análise de perfis comportamentais, como no caso do DISC Profiler.

De outra maneira, de nada adianta investir em tecnologia.

Mas se até agora o gestor ainda não entendeu que os colaboradores devem vir em primeiro lugar na sua empresa, talvez devesse começar a treinar Paciência porque logo, logo o computador vai ser sua única companhia.

Queremos saber sua opinião! A sua empresa já utiliza e investe em People Analytics? Comenta aqui embaixo!